Terceirização

terceirização— Oi, já acabou? Podemos trocar?

— Marília, minha Chef de Cozinha predileta! Claro que podemos trocar! Prefiro começar pela esteira. Bicicleta, segundo meu personal, é só um pouquinho, porque eu venho para cá de bike… Ele deve saber o que está falando… E aí, tudo bem? Não tenho te visto muito por aqui.

— Menina, estava na correria! Ainda bem que achei, finalmente, uma babá para a Clarinha.

— Mas você não tinha parado de trabalhar para ficar com ela?

— É, mas fica tudo tão mais fácil… Elas têm umas técnicas que mãe não consegue aplicar!

— Você vai ver o paraíso quando ela entrar na escola! Aprendem tudo, rapidinho e a gente não se estressa mais. Falando em paraíso, se lembra que eu te contei que de uma cara que lia oráculos?

— Sei! Foi lá? Me conta!

— Fui e você tem que ir! Ele não é daqueles enjoados que só atendem com hora marcada. Pode falar com ele quando quiser. Ontem mesmo, liguei perguntando qual cor de parede ele sugeria para o meu escritório novo.

— Cinthia! Não acredito! Você não é decoradora?

— Ahahaha, sou, mas “santo de casa não faz milagre”… E a dieta, tá firme?

— Nada! Estava seguindo à risca, mas tive que preparar um cardápio novo para um restaurante de uma amiga, que inaugura semana que vem e o job estava contratado antes da Clara nascer só que eu nem havia começado. Daí, você sabe… prova aqui, experimenta ali, acabei descontrolando tudo… Mas agora a coisa vai! Achei uma moça lá no condomínio que faz comida congelada. Preocupação zero, com delivery na minha porta.

— Eu teria preocupação zero se pudesse sair de casa a hora que quisesse… Ontem tinha um protesto na avenida perto de casa, aquela coisa contra terceirização, que está sendo votada no Congresso, sabe? Bom, até gostei. Sou totalmente contra terceirização.

— Ah, eu também! Um absurdo…

— Bota absurdo nisso! Vem cá, me dá uma carona?

— Claro! Ué, você não veio de bicicleta?

— Tá me dando uma preguiça…

 

18. Lei da Troca

Trocar é obter de outro, algo que não se pode produzir. O Universo só valida trocas na base de impossibilidade de produção de algo por aquele próprio ser.

Codex

3 Comments
  1. Muito bom!!A Lei da Responsabilidade também se aplica.Temos que nos responsabilizar pelas por nossas ações.Gratidão.

  2. Reply
    Claudia Sampaio 09/04/2015 at 1:05 PM

    Didático, atual e contextualizado em todos os sentidos 😀 !! … me veio na lembrança aquele vídeo sobre a transição planetária (Era de Cristal): “desenvolvimento individual com vistas ao desenvolvimento coletivo.” E concentrando no conceito da Lei da Troca que você enfatizou no artigo, é incrível como outras leis se evidenciam, dando suporte e validade à vivência da responsabilidade e autonomia – imprescindíveis nesta Nova Era. Quanto mais acolhemos e nos permitimos a aplicação de uma lei que seja do Codex, oferecendo o melhor de nós mesmos, como que por encanto ou bênção, ou mesmo consequência natural, as outras bases se unem e injetam vigor nos nossos propósitos e ações. É um alinhamento profundo e amplo, um sim verdadeiro do coração que ressoa forte pelo Universo. A consciência de que partimos da mesma Fonte, e somos Luz em essência e temos capacidade suficiente para não terceirizarmos o nosso desenvolvimento (muleta tóxica do antigo Ciclo) geram milagres nas nossas vidas – trocas com a Fonte. Gratidão, Ale pelo artigo ♥ https://www.youtube.com/watch?v=-wauC2mDvII

  3. Adorei, Seu Artigo, ele nos convida a pensarmos várias leis do Codex, e aos poucos acolhermos todas as mudanças necessáras para o nosso autodesenvolvimento. Fica a dica não conheço os pratos e o temperinho da “colega ” predileta, mas vale a pena experimentar meus quitutes..

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade