Tá na hora tá na hora, tá na hora de mudar…

Por Alê Barello

MudarPois é, Seu Zé, que mundo estranho, hein?

“No meu tempo”, a gente podia falar “no meu tempo” e isso englobava o tempo dos próprios pais e o tempo dos avós.

Hoje, com a velocidade da Luz tomando conta das cabeças, corações e gadgets, as situações nos dão a impressão de serem tão voláteis quanto gelo em dia de sol forte.

Então, numa manhã você acorda e o dólar caiu, mas a gasolina aumentou; a filha da vizinha que você viu nascer se autodenomina Fred; o Papa fala que não existe inferno e nenhum animal doméstico, no universo, come comida porque só aceita ração.

Num dia manteiga faz mal e ovos fazem bem; no outro, há uma cruzada contra os ovos e você lê sobre a “nova dieta da manteiga”!

Nem o clima é o mesmo… Onde foram parar as garoas e as árvores que sabiam o tempo de florescer?

E isso vai causando uma agonia, um desconforto, um mal estar característico da mente estática. Você não sabe mais se aquele vestido “clássico” que tem a marca famosa por nunca passar de moda será adequado para o casamento.

Casamento? Que casamento, se quase ninguém mais se casa e as festas são feitas quando o divórcio é finalmente homologado?

E começamos a ouvir brados de:

— PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER!

Pois eu afirmo, sem medo nem culpa, muito menos, dó ou piedade:

— DESÇA MESMO E FAÇA ISSO LOGO!

Não há mais lugar para pensamentos estanques. O Novo Ciclo é um ruir de estruturas e a primeira e mais importante é a rigidez interna, seguida de perto pelo hábito do julgamento.

É prudente rever-se. “Sempre foi assim” deve ser substituído imediatamente por “Neste agora é assim”, porque nem podemos garantir que continuará sendo daquela forma, daqui a dois minutos.

Então, não estratifique as coisas que passam pelo seu campo de ação. Imagine a vida “em processo”, dentro e fora de você. Ou será que você vai ter um chilique sortido com a tal da quaresmeira que resolveu florescer em novembro? Imagine a cena… Você, no meio de um parque tendo uma DR (discussão de relação) com a árvore e mostrando a ela todos os motivos pelos quais acha que a atitude antecipada é extremamente condenável… Poderíamos garantir que você estaria em plena sanidade mental?

Agora me conte porque faria isso com pessoas?

Tudo bem, eu também faço, mas só por este agora, porque no próximo pretendo ser flexível e porosa como tudo mais deveria ser e no final das contas — quanticamente falando — é.

SEJA LUZ!

[headline style=”3″ align=”center” headline_tag=”h2″]

Quanto falta para o nosso encontro presencial de Março?

[/headline]

[countdown_timer style=”2″ end_date=”2015/3/28 14:00:00 GMT -3″ redirect_url=”” years_text=”Years” years_text_singular=”Year” months_text=”Months” months_text_singular=”Month” days_text=”Dias” days_text_singular=”Dia” hours_text=”Horas” hours_text_singular=”Hora” minutes_text=”Minutos” minutes_text_singular=”Minuto” seconds_text=”Segundos” seconds_text_singular=”Segundo”][/countdown_timer]

[button_1 text=”Veja%20os%20Endere%C3%A7os” text_size=”32″ text_color=”#000000″ text_bold=”Y” text_letter_spacing=”0″ subtext_panel=”N” text_shadow_panel=”Y” text_shadow_vertical=”1″ text_shadow_horizontal=”0″ text_shadow_color=”#ffff00″ text_shadow_blur=”0″ styling_width=”40″ styling_height=”30″ styling_border_color=”#ffffff” styling_border_size=”1″ styling_border_radius=”6″ styling_border_opacity=”100″ styling_shine=”Y” styling_gradient_start_color=”#00abff” styling_gradient_end_color=”#0f84bd” drop_shadow_panel=”Y” drop_shadow_vertical=”1″ drop_shadow_horizontal=”0″ drop_shadow_blur=”1″ drop_shadow_spread=”0″ drop_shadow_color=”#000000″ drop_shadow_opacity=”50″ inset_shadow_panel=”Y” inset_shadow_vertical=”0″ inset_shadow_horizontal=”0″ inset_shadow_blur=”0″ inset_shadow_spread=”1″ inset_shadow_color=”#ffff00″ inset_shadow_opacity=”50″ align=”center” href=”http://unaversidade.org/movimento/events/26/encontro-presencial-grupos-de-estudo-movimento-era-de-cristal/” new_window=”Y”/]

 

4 Comments
  1. O melhor mesmo é ser flexível e viver cada agora aproveitando sempre as lições do momento… show de reflexão.Gratidão Ale

  2. ahahaha, recados pra mim!
    Há uns dias atrás publiquei:para o mundo…rsrs pois a historia das denuncias politicas estavam sufocando..
    Minha quaresmeira dá flores ano todo e minhas flores de maio florescem de abril a setembro!!kkk
    Meu pedreiro fica muito bravo quando explico pra ele como quero alguma coisa e ele responde rápido:Faço assim faz vinte anos,e sempre deu certo!!eheeheh
    Flexibilidade e aceitação: JÁ!!Grata.

  3. Reply
    Cláudia Sampaio 26/03/2015 at 4:19 PM

    Ontem, estava observando as árvores floridas no trajeto do ônibus. Elas estão se adaptando, fluindo, nos dando lições de não resistência, desde sempre. A Natureza inteira está em franco processo de mudança, e muitos de nós, insistimos na rigidez que nem cabe mais neste Agora. Agradeço Ale pela reflexão e incentivo.

  4. Gente, não tem coisa melhor que esse texto, nesse agora! =D
    Gratidão, dona Ale! <3

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade