Sexto e quinto corpo energético

cerebroO sexto corpo – Memórias Cósmicas

Já sabemos que o nosso sétimo corpo é a nossa identidade, aquele que está mais perto da nossa origem e que representa a experiência da Fonte individualizada.

Pois bem, nessa nossa caminhada cósmica, todas as memórias das nossas experiências como individualizações, vão sendo acumuladas e armazenadas, para que possamos nos completar nas diferentes formas por que passamos.

O sexto corpo nos acompanha desde o momento em que a Fonte decidiu por sua individualização e, por ter sido formado ao mesmo tempo em que o sétimo e o quinto corpos o foram, permanecerá ligado a eles, não importando o tipo de individualização, nem a dimensão de sua existência.

Muitas vezes nos deparamos com a sensação de que um local onde estamos indo pela primeira vez, já nos é familiar. O tão falado “déjà-vu”, nada mais é do que o acesso rápido e fugaz a uma memória que está instalada nesse nosso arquivo.

Se pudéssemos, conscientemente, acessar a essas informações, com mais frequência, constância e duração, talvez nossa capacidade de amar se expandisse e nos levasse a compreender melhor os diferentes reinos, as diferentes formas, as diferentes dimensões.

Dessa mesma maneira, todas as nossas vivências que lá estão armazenadas e que constituem o conhecimento que acumulamos, servem para nos mostrar os diferentes caminhos que percorremos e apontam para o rumo que devemos orientar a nossa caminhada.

O quinto corpo – Missão Cósmica

A nossa missão é imutável e independe da forma, do reino ou da dimensão em que estivermos.

Como missão, costumamos erroneamente acreditar que seja algo relevante, algo digno de importância, porém nos esquecemos de que o termo designa apenas um encargo, uma função, um poder dado a alguém para fazer alguma coisa.

Ao nos individualizar assumimos um encargo que nos acompanhará por todas as nossas experiências.

Não existem missões que são mais importantes do que outras. Todas têm a mesma relevância para o Universo, dependendo apenas de que sejam cumpridas.

Se uma individualização veio com a missão de liderança, tanto faz que seja uma ave ou um mamífero que guia o seu bando, ou um empresário que comanda uma grande companhia. Se a sua missão for a de proteger, não importa se é um pássaro que anuncia a aproximação de um predador, ou um segurança que resguarda um patrimônio ou um penhasco que impede que o mar avance e destrua uma região.

O importante é cumprir a incumbência que nos foi dada. E mesmo que não a cumpramos, numa próxima experiência teremos novamente a oportunidade de exercitá-la.

Muitos não sabem quais são as suas missões, outros têm dúvidas ou incertezas e ficamos em busca de fatos grandiosos para justificarem o cumprimento de uma missão.

Nenhum esforço ou sacrifício é preciso. Basta apenas tomar consciência de nossa melhor aptidão, assumir uma postura de disponibilidade e executá-la com empenho, confiança e amor.

Quando a luz é o foco, qualquer lanterna torna-se um grande farol.

Seja Luz!

10 Comments
  1. É interessante como nós estamos conectados.
    Ontem a noite, pouco antes de dormir, eu me imaginava fazendo um video e explicando exatamente isso. Não usei a palavra missão, usei a palavra dom. Que a Fonte ao nos “criarmos” entrega a cada individualização um dom e até deu exemplos de filhotes de cachorros que é visível como que cada um tem o seu “jeito de ser”. Um é o lider, assume a possição a frente dos outros, outro é o brincalhão, outro o quieto, outro fica mais perto da mãe ou pai.
    É… estamos mais conectados do que podemos imaginar.

  2. Gostaria de agradecer a Equipe Era de Cristal pelo trabalho executado nesta série, que pra mim, é uma das mais elucidativas e envolvente que já foram postadas aqui no grupo.
    Sou grata por esta Luz.

  3. Maravilha!
    “Nenhum esforço ou sacrifício é preciso. Basta apenas tomar consciência de nossa melhor aptidão, assumir uma postura de disponibilidade e executá-la com empenho, confiança e amor.”

    Este texto só veio confirmar como sinto que tem que ser “minha missão”.

    Gratidão!!!

  4. Limpar o ‘mar’ de memórias que criamos é nosso dever, e também sermos 100% responsáveis por tudo que vem até nós. Perdoando, pedindo perdão, amando e agradecendo constantemente faz com que seja cumprida a nossa missão aqui: voltarmos para onde nunca saímos, realmente, pois aqui só parece…
    No princípio é um treinamento, até que se transforme em um ato involuntário, no presente, quando então a Inspiração surge e Ilumina o Ser, que finalmente pode descansar na Paz.
    O Ser Inspirado faz o que é Orientado a fazer, dando e obtendo frutos valiosos, e é feliz cumprindo sua função/missão, sem até mesmo se dar conta disso. Ele É/ Eu Sou (apenas).
    Sou grata

  5. Absolutamente esclarecedor, estou muito aliviada e grata por estas sabias orientacoes!!! Gratiao, Amor e Luz

  6. Reply
    Uiara Andriewiski 02/11/2013 at 11:04 AM

    luz, sempre muita luz esclarecedora…

  7. Gosto muito da forma na qual os estudos são colocados por vocês,são inteligentes e de facil asimilação,
    Gosto muito de acompanha-los.
    Obrigada.
    Muita luz na vida de todos.

  8. amei!

    Grata !

  9. Reply
    marcelle sampaio 03/11/2013 at 8:11 PM

    Como é fundamental o que vocês vem fazendo, queridos…
    Gratidão e amor.
    Somos Um e o Mesmo.

  10. Agradeço à equipe que cumpre a missão amorosamente.
    ” Quando a luz é o foco, qualquer lanterna torna-se um grande farol.”
    <3

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade