Segundo e primeiro corpo

segundo corpoO segundo corpo energético é formado a partir da energia fornecida pelo plano em que aquela individualização desenvolve uma experiência.

Para nós, então, o segundo corpo ou, corpo magnético, é provido pelo Planeta Terra e possui características elétricas e magnéticas.

Este é um corpo de proteção ao corpo físico, no final, o mais frágil e incapacitado, energeticamente, de todos. A energia do corpo físico é “física”: é elétrica, é térmica, é nuclear… como a do planeta!

A membrana densa que recobre o segundo corpo é responsável por captar todas as energias externas à individualização, compreendendo o que chamamos de positivo e de negativo.

Assim, a energia de uma bênção vai para o segundo corpo, mas a de uma maldição, também!

Não apenas os pensamentos alheios, mas também a energia de tudo o que entra em contato com o corpo físico, passa pelo filtro do segundo corpo. Quando nos alimentamos, a energia dos alimentos fica no segundo corpo, bem como a parte energética do veneno de uma picada de abelha, por exemplo.

A maior parte das filosofias e escolas iniciáticas têm procedimentos específicos de limpeza para o segundo corpo, como é o caso dos passes dos Centros Espíritas, das bênçãos na Igreja Católica, de todas as purificações dos xamãs, etc.

Notem que por tratar-se do corpo mais próximo ao físico e por ser fornecido pelo próprio planeta, os elementos naturais são os que mais proporcionam condições de interação com o mesmo.

  • Como nos sentimos quando, estressados e sem energia, tomamos um banho de mar, ou mesmo de ervas?
  • Qual é o efeito que as cachoeiras nos trazem?
  • Como ficamos depois que abraçamos uma árvore ou nos deitamos sobre uma rocha?
  • Por que benzedeiras usam um copo de água junto com o procedimento que fazem, ou sal?
  • Qual é o poder da fumaça do incenso feito de ervas ou madeiras?

Isso se deve ao contato com o corpo do planeta, ou com as individualizações que estão em maior relação com ele.

Os procedimentos de limpeza do corpo energético são fundamentais para a saúde do corpo físico e para a correta interação do terceiro corpo – a matriz biológica perfeita – com o corpo físico.

No caso dos ensinamentos que recebemos sobre alinhamento energético, dos pleiadianos, o processo de limpeza com o segundo corpo é avançado e diferenciado.

Se você tem interesse em saber como funciona, deve optar por fazer o curso online de Alinhamento Energético, gratuitamente, na plataforma da Unaversidade.

Quando da morte física de uma individualização, o segundo corpo é absorvido pelo próprio planeta (o planeta o forneceu, o planeta o retira) e poderá ficar, ainda um tempo, em contato com o plano físico… Fantasmas? Miasmas, vultos de pessoas mortas? Corpo magnético não absorvido, o espelho mais próximo da realidade, ainda que num nível sutil, apenas repetindo e gastando a memória armazenada, sem contudo, produzir nada de novo. 🙂

corpo fisicoFinalmente, o corpo físico termina a cadeia de possibilidades num plano dimensional.

O mais sensível e frágil de todos, é ele que faz a experiência acontecer.

Regido pelas leis químicas e físicas relacionadas à dimensão onde está, tem uma existência paralela aos outros, porém, independente.

Aqui, precisamos pontuar algo muito importante: o copo físico, em si, isoladamente, não pode ser tratado com procedimentos energéticos! Matéria que se trata com matéria, energia que se trata com energia.

Quando cortamos o dedo temos três opções: a primeira é tratar o físico com o físico, limpar, suturar, etc; a segunda é, a partir do terceiro corpo, trazer a matriz biológica perfeita para que esta relembre ao corpo físico, o padrão ideal de composição e por fim, o terceira caminho é fazer as duas coisas!

Vamos a algumas premissas básicas:

O corpo físico não dispensa os cuidados físicos.

Nem tudo o que ocorre em termos de males e doenças é energético.

Existem dois caminhos de correção: um puramente físico, outro puramente energético, que atua no físico.

O caminho físico não atua no energético.

Qualquer mal causado ao corpo físico não influencia ou modifica os corpos superiores, a partir do terceiro.

O segundo corpo, o corpo magnético, é um espelho total do corpo físico. Nele sim, é possível determinar e verificar os males do corpo físico.

A ideia chave do sistema de corpos é equilíbrio.

Podemos comparar nossos sete corpos a um intrincado equipamento que contém softwares dos mais avançados – do sétimo ao terceiro corpo -, os equipamentos periféricos que o fazem funcionar, como fios, cabos e conexões – o segundo corpo – e um hardware, a parte externa, a máquina em si, representada pelo corpo físico.

Tire o hardware e os programas, os softwares, poderão funcionar em qualquer outra máquina. Tenha uma máquina sem softwares e não há a menor possibilidade de funcionamento.

Porém, mesmo que tenhamos softwares e um hardware em condições, sem o cabo que conecta tudo isso à tomada, não teremos energia para fazê-lo funcionar – segundo corpo.

Para terminarmos esta série, gostaríamos que você refletisse por um instante na beleza e perfeição desse sistema de corpos.

Todos os elementos de um mundo físico da realidade contribuem para a existência do nosso corpo biológico e o Planeta Terra concordou em fornecer a energia para a experiência.

Na parte energética e sutil, carregamos a Luz primordial, espalhada num complexo sistema interativo que permite a volta à origem e a permanência nela.

Caso consigamos compreender com profundidade estes conceitos, somos levados a um profundo respeito pelo Planeta que nos abriga e pela Fonte que nos origina.

É impossível, depois disso, passar uma existência sem tomar conta do corpo físico!

Torna-se primordial honrar o presente fornecido pelo Planeta para que estivéssemos aqui.

Vida, é como ele se chama, uma experiência única pela qual escolhemos passar e da qual não nos separamos a não ser com o consentimento do próprio Planeta, num nível mais abstrato.

Quando conseguiremos essa gama imensa de fatores para nos trazer novamente a um ponto parecido com este?

Bem, isso é misteriosamente belo, mas impossível de se responder com a mente consciente.

Assim, que possamos honrar o presente, o doador, a Fonte a às nossas próprias individualizações, fazendo valer cada minuto no tempo e cada gesto no espaço.

Seja Luz!

3 Comments
  1. Nossa que riqueza esta serie de artigos, muito, mais muito esclarecedor. Imensa gratidao por compartilhar algo tao precioso como esta serie de artigos. Imensa Gratidao! Donata

  2. Este texto foi traduzido pelo Google Tradutor?
    Está estranho.

  3. Reply
    marcelle sampaio 20/11/2013 at 1:06 PM

    Queridos,ultimamente meu trabalho diário tem sido referente a minha relação com esses dois “continentes”que me habitam e recebem tão generosamente, meu corpo físico e o planeta Terra.
    Quando digo trabalho, me refiro à reflexões sobre como venho tratando ambos, seguidos de ações que me alinhem com o respeito e gratidão ( devolver a energia recebida) que eu corpo físico e eu Terra merecem ( eu mesmo).
    São tantas as maneiras de abrir mão, agredindo, maltratando diariamente, renegando, abandonando, desde o que me alimenta até o que somente consumo, desde o que sinto, até como recebo as demandas dos outros, nas relações, na sociedade, desde a relação e cuidado com as plantas que enfeitam minha casa até como eu/humanidade trata as florestas, as fontes de água, o mar, os animais, os povos primevos, o ar que respiramos. Então caio aqui, bem aqui, no dia a dia, nas manifestações, na política desde o entorno do meu mundinho particular até a Síria. E me vejo tão parte de tudo, de cada grão de areia da praia que abençoa minha cidade, até as atitudes sem nome, inescrupulosas, inumanas, que certas individualizações humanas vem tomando à séculos. Nesse momento tudo fica pesado, a responsabilidade me atinge de frente. Então volto pra cá, bem aqui no meu mundinho particular onde o micro se faz Macro, porque é aqui, bem aqui que sou Deusa, que posso agir, atuar, alterar, recriar a realidade. E assim venho fazendo, trabalhando, e posso dizer que aqui, bem aqui faz morada uma felicidade serena, pulsante, sábia de que tudo está bem, que a luz já se fez, e que a refaço a cada instante, e que não estou sozinha! E quando a nova realidade se contrai em desesperanças, a sábia luz que É me leva ao encontro certeiro de individualizações que me reintegram, me refrescam!
    Aos pássaros, às arvores, às matas, à chuva, ao sol, às nuvens, aos minerais, aos amigos de alma, à família cósmica, às flores, à Fonte de tudo que é, aos micos que me visitam diariamente, ao mar, à arte, minha gratidão profunda!
    Alê, Iara, Luiz, Alberto e Marcos, minha gratidão por tudo que venho relembrando desde dezembro de 2012 via Era de Cristal, é imensurável, quântica nano e macro, e está aqui e aí , e por onde quer que vocês estejam meu amor estará abraçando-os ad infinitum…………….

    “..que possamos honrar o presente, o doador, a Fonte a às nossas próprias individualizações, fazendo valer cada minuto no tempo e cada gesto no espaço.”

    beijo e abraço tímico,
    Marcelle!

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade