Precisamos pensar sobre o agora

Li outro dia a seguinte mensagem:
“O significado do tempo dos relógios é nada quando comparado com a experiência de não sentir o tempo, de estar completamente presente e imerso na tarefa que está sendo realizada.” Mike George/Brahma Kumaris
Manter-se em cada agora é uma proposta para que possamos aprender a nos centrar e aproveitemos o máximo de cada experiência vivida, seja ela boa ou não.
Estamos acostumados a pensar e fazer mil coisas, que na maioria das vezes nem sabemos mais, o porque fazemos!
Acabamos entrando de tal forma no automático que nos perdemos e deixamos de lado as coisas que realmente nos dão prazer e alegria, para viver de aparências e máscaras impostas pela sociedade, pela mídia, pela religião.
Acredito que seja tempo de repensar e despertar, rever as nossas prioridades, cuidar do nosso espaço interno, da nossa energia, para que possamos fluir pela vida sem resistência.
Te convido a pensar:
O que realmente gosta de fazer?
Tem feito coisas que te alegram ,te agradam, ou está apenas tentando agradar o outro?
Perguntas simples, mas poderosas, que devemos nos fazer sempre, e dessa maneira, criar uma nova realidade, em nossas vida.
E por fim, é preciso lembrar que tudo acontece no agora.
Seja Luz!
Um comentário
  1. Ótima reflexão, Zê!
    Quando fazemos o que gostamos, perdemos completamente a noção do tempo! 😀

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Unaversidade