Obter do Alto

dimensãoA semente que acaba de brotar encontra sempre o desafio do crescimento no ambiente que se modifica, na temperatura que oscila, enfim, no novo que se descortina. A dormência da germinação dá lugar à atividade do desenvolvimento. Nessa fase ela cria forças para sair da terra e aumenta sua resistência para enfrentar toda sorte de impedimentos que retardem o seu crescimento.

Dentro de si essa semente possui o ímpeto da busca incansável pelo seu progresso. Ela sabe que, caso insista em parar para olhar as pedrinhas, as pragas, os insetos e as intempéries que permeiam o canteiro atrofiará e morrerá, antes de começar a cumprir o seu destino.

Uma semente forte encontra vitalidade para desviar-se desses impedimentos e se desenvolver rumo ao alto, buscando cada vez mais ar e sol para expandir suas folhas, seus galhos e enrijecer o seu tronco.

Como sementes cósmicas, o processo que seguimos é exatamente o mesmo.

Estamos saindo do conforto das convicções estabelecidas, dos conceitos determinados e das fórmulas repetidas. Nesse nosso despertar para a quinta dimensão, antes quase que quimérica, nos damos conta de que se ficarmos presos aos estranhamentos desta terceira dimensão, talvez não consigamos realizar o intento a que nos propusemos.

Se nós estamos nesta caminhada é porque escolhemos e determinamos esse processo de crescimento e, assim sendo, como não existe retrocesso, a única forma de retardar o nosso desenvolvimento é nos apegarmos aos impedimentos e deles fazer o motivo principal para estagnar nossa jornada.

Mas, ainda pior do que nos enganarmos com esse apego às velhas muletas da desculpa para a inércia, é tentarmos usar as mesmas ferramentas velhas, para consertar novas situações.

O momento exige que utilizemos todas as novas possibilidades para melhorar o nosso dia a dia. De nada adianta que tenhamos informações avançadas, se não as praticamos. De que serve uma grande energia criativa, se a utilizamos nas mesmices de sempre.

É hora de seguir o exemplo das plantinhas: saindo da terra e procurando a expansão no ar renovador e no sol da vitalidade.

É o momento de trazer para a prática diária, os conceitos, as informações, a energia que estamos buscando na quinta dimensão e olhar para os desajustes deste plano como algo que está prestes a se desfazer e que pode ser anulado ou neutralizado por uma visão mais ampla, mais justa e verdadeira.

Sabemos que isto é possível e temos provas mais do que suficientes para nos empenharmos nesse propósito de crescimento rumo à luz, lembrando-nos sempre que somos individualizações e que como tal, cada qual tem seu tempo próprio e o pleno conhecimento do seu grau de comprometimento com a verdade para consigo mesmo.

Este é um tempo de transparência e não há nenhum constrangimento em aceitar um acerto na direção tomada. Rotas podem ser corrigidas, contanto que permaneça o destino final.

Assim como a planta, através da fotossíntese, acumula a energia retirada da luz para usá-la em seu metabolismo, nós seremos maiores, melhores e mais fortes, quando conseguirmos processar em nós a fotossíntese cósmica, retirando da quinta dimensão todas as informações necessárias para o crescimento neste plano e nesta dimensão.

Seja Luz!

10 Comments
  1. Que linda colocação…fotossíntese cósmica! Mansamente receber a luz para transmutar, crescer, fortalecer, frutificar, despreocupadamente, como crescem as árvores. Elas aceitam os ventos fortes, as chuvas torrenciais da mesma maneira que a brisa e o sereno. Gratidão, gratidão, gratidão, Luz e Amor!

  2. Reply
    Zeneide Batista 13/09/2013 at 9:23 AM

    Que maravilhoso como sempre… Perfeito quando diz que temos que trazer para a vida diária esses conhecimentos, realmente de nada servirão se não colocarmos em ação, e ficar apenas no campo mental esses ensinamentos…. temos que aliar a filosofia a ação ao trabalho..

  3. Reply
    marcelle sampaio 13/09/2013 at 10:06 AM

    Bom dia Iara Bichara! Receba meu abraço e gratidão por ter escrito essas linhas que refletem tão bem meu momento atual. Estou segundo a segundo, mais e mais consciente das ferramentas que disponho , assim como usando-as frequentemente. Porém, é como se agora eu tenha que me re adaptar à 3D, e estou achando essa tarefa um tanto difícil. E então, vamos lá: Lei do Amor na intolerância com os desrespeitos, os excessos de poluição sonora, visual, atmosférica, tanto feita por fábricas, transportes ou pessoas; Lei Universal com a angústia piedosa do mendigos, meninos drogados, velhinhos tratados como bichos, animais tratados como bichos; Lei da Unidade quando morro de nojo e raiva da atitude dos políticos quando olho do que foi e está sendo feita minha cidade o Rio de Janeiro….e aí preciso voltar à Lei do Amor! Isso, só para conseguir sair de casa e andar no caos das ruas. Olho e vejo ilusão, mas ainda sinto como se fosse real. Mas então, já não é mais real, se vejo que é ilusão! Ufa! Sim, é mesmo o tal do “vigiai!”. Sim, olhei para fora e vi, vi que o que mudou e continua a mudar sou eu. Que realidade quero viver?( e aqui outra ferramenta a Lei da Realidade!!!)Com certeza não é essa que um dia criamos juntos. Não mesmo. Que alegria perceber que estamos criando uma outra e bela realidade agora, tendo todo o suporte das ferramentas pentadimensionais para viver o aqui e agora tridimensional, em paz e em “serviço”, fazendo o que temos que fazer. E isso eu já aprendi, sendo luz! Estou em pleno processo fotossintético!!! Amei!

  4. Que possamos nos manter despertos para fazer a nossa fotossíntese…Muito Grata por tudo. Essa sou EU.

  5. Achei fantástico…”nós seremos maiores, melhores e mais fortes, quando conseguirmos processar em nós a FOTOSSÍNTESE CÓSMICA, retirando da quinta dimensão todas as informações necessárias para o crescimento neste plano e nesta dimensão.”
    Já comecei a minha “FOTOSSÍNTESE CÓSMICA”!!!
    Gratidão! Abraço de LUZ!

  6. E mesmo uma FOTOSSINTESE CÓSMICA tudo isso, Eu venho vivenciando este processso muito rapido,devido as mudancas constantes na minha vida,estava na Florida numa cidade perfeita,mundo perfeito , respeito, brilho, natureza e amor. Fomos para Fortaleza , encontrei o COMLUZ e conheci Ale Barello , e agora estamos em Sao Paulo,tudo em um ano e meio. Eu tenho duas opcoes , germinar , florescer e viver tudo isso ,ou murchar . E dificil ? Dificilimo . Mas a quinta dimensao me deixa como uma viajante sideral ,onde o objetivo existe ,nao sei qual ainda , mas sigo com ajuda amorosa e corajosa do meu lindo esposo,um ser de muita Luz e Forca. Minha semente brota toda dia em lugares diferentes, em cidades diferentes, com pessoas diferentes ,no frio,no calor ,no ameno da Florida e nesta estrada tenho crescido com pessoas novas maravilhosas e no SOMOS TODOS UM ,supero todas minhas dificuldades . Afastei doencas e criei uma armadura de Amor a minha volta ,na impede mais meu crescimento sideral e espiritual. Eu sou uma chama violeta de amor .

  7. Alê, , vc está vendo a chamada pra novela Jóia Rara, que estréia nessa 2a feira, 16 de setembro? Trata-se da história de um Mestre do Nepal, que reencarna na América do Sul, trazendo luz e abertura de consciência a esse local onde renasce.. Pensei logo na migração da força kundalini planetária, que, de acordo com suas palestras, teria saído justamente daquela área oriental, para essa aqui nossa.
    Que acha disso, dessa “coincidência”?

  8. Grata Iara, Movimento Era de Cristal, por seguir incansavelmente nos lembrando que somos LUZ e que devemos aprender a nos comportar como tal apesar, ou até por isso mesmo, de andarmos nas trevas, em meio a energias densas e sobretudo dentro de nossas cápsulas 3D.

  9. Parabéns pela explanação minha irmã Iara. Eu não me surpreendo nem um pouco com tanto de conhecimento que s você nos transmite, vindo de você só vem: Amor, Luz, Fotossíntese Cósmica (alimento do Amor Universal). Gratidão Eterna. Muito obrigada por você existir. Um abraço de Luz para você minha querida.

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade