O que essa letra de música tem a ver com Transição Planetária?

No desafio da semana, apresentamos uma letra de música criada por Gilberto Gil para o álbum Quanta, de 1995.

Ela é bastante “hermética”  e claro que não há, de nossa parte, nenhuma tendência a achar que foi composta com o propósito de falar sobre Transição Planetária.

Porém, a leitura/escuta atenta, com esse foco – de pensar na passagem da 3.a para a 5.a dimensão – pode despertar significativos insights em você, como aconteceu conosco.

Convidamos ao exercício e pedimos que deixem na área de comentários suas impressões. Será mais divertido ainda caso siga a proposta dentro do “Espaço do Coração” seu local de descobertas e de contato com a 5.a dimensão interna. Na próxima quinta-feira, as correspondências entre a letra e a Transição Planetária serão postadas aqui, num artigo especial com mais um desafio!

Vamos lá? A letra da música está abaixo do vídeo para você acompanhar.

Objeto sim, objeto não

Gilberto Gil

Um objeto sim
Um objeto não

Um surgindo do céu
Outro vindo do chão

Como Rômulo e Remo
Rômulo e Remo aparecerão
No mesmo dia, na mesma cidade
No mesmo clarão
Um surgindo do céu
Outro vindo do chão
Um objeto sim
Um objeto não

Eubioticamente atraídos
Pela luz do Planalto Central
Das Tordesilhas
Fundarão o seu reinado
Dos ossos de Brasília
Das últimas paisagens
Depois do fim do mundo
É o reinado de ouro
Depois do fim do mundo
O reino de Eldorado
Depois do fim do mundo virão
O objeto sim, o objeto não
Os ilumencarnados seres
Que esta terra habitarão
O identifi Si
O identudo Gui
O identido Ni
O identipo Fi
O identado Ka
E mais uma porção
Dos identifisignificados
Novos seres que virão
Do fundo do céu
Do alto do chão

6 Comments
  1. Reply
    Zeneide Batista 28/07/2016 at 2:36 PM

    “Os ilumencarnados seres. Que esta terra habitarão…” Aqui penso que esses, somos nós quando compreendermos de fato que somos luz….

  2. Muito boa reflexão! 🙂

  3. Outro dia li um artido de um cara que nos chamava de “os suprahumanos” , seres de LUZ em uma forma fisica (e seremos toda a Humanidade na Nova Terra!!)…e também podemos denominarnos Ilumencarnados! Grande Gil… ele já sabia!!! Pois bem,aqui estamos nós,depois do fim do mundo,na Era do Ouro!!!

  4. Que curioso! Estes dias eu estava pensando em outra música que me remetia à transição do nosso planeta: “Unicamente (única mente?) Da Deborah Blando.
    Segue a letra:
    https://m.letras.mus.br/debora-blando/832786/

    Vem sentir a era das águas
    O velho tempo terminou
    Somos filhos da mãe natureza
    Ventre do total amor

    Segue-se a história
    Herdada de Atlantis
    Todo começo é o caos
    A raça humana, eterna mutante
    Nasce ao plano astral

    Raiou o sol
    Que haja luz no novo dia
    A voz da fé
    É a sombra que te guia
    Eu vou buscar
    No silêncio do teu mar
    Linda sereia
    Odoia, Iemanjá

    Nas ondas que lavam a terra
    Vem tecendo um espiral
    Tom sereno que pulsa no mantra
    Do teu canto sideral

    Deusa da fonte, rede gigante
    Espelho do eterno altar
    Dom da visão, do voo distante
    Sonho pra nos lembrar

    Raiou o sol
    Olha o mar, que alegria
    Sentir você
    É viver em harmonia
    Eu vou buscar
    Pedras brancas pra te dar
    Linda sereia
    Odoia, Iemanjá

    Vem sentir, somos divinos
    Grãos de areia da razão
    Num só corpo de única mente
    Escolhemos free will zone

    Esse é o motivo, incerto destino
    Tempo é uma ilusão
    Íris da noite
    Ela revela a próxima dimensão

    Raiou o sol
    Que haja luz no novo dia
    A voz da fé
    É a sombra que te guia
    Eu vou buscar
    No silêncio do teu mar
    Linda sereia
    Odoia, Iemanjá

    Raiou o sol
    Olha o mar, que alegria
    Sentir você
    É viver em harmonia
    Eu vou buscar
    Pedras brancas pra te dar
    Linda sereia
    Odoia, Iemanjá

    O trecho que sempre me chamou mais atenção é o que fala que todo começo É caos. Parece que estamos vivendo um caos, mas na verdade é a transição, apenas! Seja luz!

  5. Si
    Gui
    Ni
    Fi
    Ca
    A RE-união de todas as raças, como seres de luz!

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade