O olhar das crianças

crianças

Por Zeneide Batista

Essa semana recebi um artigo muito interessante que mostra a visão das crianças sobre alguns pontos da vida.

Como elas são simples e transparentes nas definições!

Fiquei pensando que se nós, adultos, tivéssemos esse mesmo olhar, nem que fosse por um momento de  nossa existência, as coisas seriam mais fáceis.

Neste ponto, lembro-me dos nossos Irmãos Cósmicos, nos chamando a atenção para que voltemos os nossos olhos para o nosso interior, nossa 5ª dimensão interna, através do Exercício do Espaço do Coração e de lá trouxéssemos as respostas e soluções perfeitas para aceitar, acreditar e agradecer por viver este agora e estarmos um pouco mais atentos para as situações.

A escolha é de cada um de nós.

Onde vamos colocar nosso foco, nossa energia? Vamos sempre olhar as coisas que estão querendo nos apresentar como caos, ou vamos buscar uma nova visão, mais ampliada e com mais amor?

Temos ferramentas a nossa disposição, como as leis do Codex para nos direcionar e nos auxiliar nessa tarefa.

“Lei da Projeção: Toda e qualquer imagem interna sujeita à atenção com qualidade, se exteriorizará.”

“Lei da Vibração: Toda vibração formada a partir de uma emissão alta retorna, ou se manifesta, de forma alta. Toda vibração formada a partir de uma emissão baixa, retorna, ou se manifesta, de forma baixa. “

Que possamos ser Luz por onde estivermos e, com certeza, nossa vida ganhará um novo colorido!

Aqui uma definição de Paz, feita por uma criança de 8 anos.

“PAZ: Quando a pessoa se perdoa.” (Juan Camilo)

______________________________________________________________________

Adulto: Pessoa que em toda coisa que fala, fala primeiro dela mesma (Andrés Felipe Bedoya, 8 anos)

Ancião: É um homem que fica sentado o dia todo (Maryluz Arbeláez, 9 anos)

Água: Transparência que se pode tomar (Tatiana Ramírez, 7 anos)

Branco: O branco é uma cor que não pinta (Jonathan Ramírez, 11 anos)

Camponês: um camponês não tem casa, nem dinheiro. Somente seus filhos (Luis Alberto Ortiz, 8 anos)

Céu: De onde sai o dia (Duván Arnulfo Arango, 8 anos)

Colômbia: É uma partida de futebol (Diego Giraldo, 8 anos)

Dinheiro: Coisa de interesse para os outros com a qual se faz amigos e, sem ela, se faz inimigos (Ana María Noreña, 12 anos)

Deus: É o amor com cabelo grande e poderes (Ana Milena Hurtado, 5 anos)

Escuridão: É como o frescor da noite (Ana Cristina Henao, 8 anos)

Guerra: Gente que se mata por um pedaço de terra ou de paz (Juan Carlos Mejía, 11 anos)

Inveja: Atirar pedras nos amigos (Alejandro Tobón, 7 anos)

Igreja: Onde a pessoa vai perdoar Deus (Natalia Bueno, 7 anos)

Lua: É o que nos dá a noite (Leidy Johanna García, 8 anos)

Mãe: Mãe entende e depois vai dormir (Juan Alzate, 6 anos)

Sexo: É uma pessoa que se beija em cima da outra (Luisa Pates, 8 anos)

Solidão: Tristeza que dá na pessoa às vezes (Iván Darío López, 10 anos)

Tempo: Coisa que passa para lembrar (Jorge Armando, 8 anos)

Universo: Casa das estrelas (Carlos Gómez, 12 anos)

Violência: Parte ruim da paz (Sara Martínez, 7 anos)

Do site: http://www.repertoriocriativo.com.br/dicionario-feito-por-criancas-revela-um-mundo-que-os-adultos-nao-enxergam-mais/
4 Comments
  1. Reply
    Erci R.P.Galdino 17/03/2015 at 11:22 AM

    Lindo Zê!!!!!!!! Fiquei arrepiada com algumas definições das crianças. Teremos um mundo melhor com certeza. Seja Luz.

  2. Amei, Zê ❤ . Gratidão, Querida!

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade