O milagre do dia

Texto: Iara Bichara | Imagem: acervo pessoal Iara Bichara

Arquivo Iara Bichara

Arquivo Iara Bichara

Não vi quando você chegou.

Estava tão atribulada em meus afazeres, que nem percebi sua presença pequenina e acanhada.

Por que você não me avisou?

Por que não fez um estardalhaço ao chegar, se já sabia que era ansiosamente aguardada?

Mas pensando bem, acho que foi melhor assim: adorei ser surpreendida nesta manhã!

Ao contrário de outras de suas vindas, quando nós nos preparávamos para recebê-la, o impacto de hoje renovou minha emoção e fez com que eu transbordasse de alegria!

Nossa história é antiga, mas sempre regada a um frescor delicado e tênue, que demanda disciplina, dedicação e atenção.

Há mais de vinte anos estabelecemos o acordo singelo e simples da mútua maravilha…

Você era muito querida por minha mãe, que nunca soube seu verdadeiro nome e a tratava simplesmente por “tamanquinho holandês”.

Eu soube recentemente que você pertence ao gênero paphiopedilum, que possui mais de cem tipos de orquídeas, mas prefiro continuar a tratá-la pelo seu apelido familiar.

Lembro-me muito bem do dia em que você chegou à nossa casa, pelas mãos frágeis de Dona Maria, nos seus quase noventa anos de idade. Ela mesma plantara a pequena muda e a cultivara até obter a primeira flor, quando a presenteou carinhosamente à minha mãe, amiga antiga.

Todos os anos havia um encantamento quando você florescia e isto era motivo de alegria para nós.

Depois que mamãe e Dona Maria partiram, continuei cuidando do vaso e esperando por sua visita, mas você não dava o ar de sua graça.

Já estava quase me desfazendo do vaso — embora suas folhas estivessem tão bonitas — quando resolvi conversar francamente com você e lembrá-la de sua beleza e de quanto você era importante para mim.

No ano passado, nesta mesma época, deu-se o milagre: você surgiu linda. Apenas uma flor, mas que me gratificou pelos 15 anos de espera.

E hoje, quando eu não estava esperando por você, eis que a vejo linda e banhada pelo sol da manhã!

Sua chegada foi o bastante para que eu sentisse toda a força de sua expansão e o fluxo da energia movimentando-se em tão delicada individualização.

Milagre | Foto: Iara Bichara

Milagre | Foto: Iara Bichara

Agradeci imensamente à Fonte por esse momento de completude e troca, com o coração pleno de alegria e entusiasmo quando se fez a maravilha do milagre!

Seja Luz!

10 Comments
  1. lindo e suave texto!!

  2. Reply
    matilde dos santos costa 03/07/2014 at 10:10 AM

    Bom dia,
    que texto mais lindo!!!! 🙂

  3. Reply
    Erci R.P.Galdino 03/07/2014 at 10:36 AM

    Em casa também é “Tamanquinho holandês”. Assim como você todos os anos a esperávamos, meu vaso era enorme , chegando
    nascer até 20 flores, algumas gêmeas,era magnífico.Mudei de cidade e acabei perdendo o vaso.Há dois anos, ganhei uma nova muda e este ano estou sendo presenteada por seus dois botões
    quase abrindo.Logo,logo irá enfeitar minha sala.Realmente é um milagre.Grata.

  4. Que belo…temos mesmo que estar atentos aos milagres diários em nossa vida, um lindo amanhecer, uma bela noite de lua, o sorriso de uma criança, uma linda flor….. olhar sempre com os do amor e sentir com o coração, as belezas que a Fonte nos entrega!! Gratidão Iara!

  5. ✿ Muito sublime, Querida – Gratidão, Iara. ✿

  6. Reply
    neuza maria lima vieira 03/07/2014 at 10:53 AM

    Muito lindo Iara Bichara.
    Também eu num gesto de muita ternura e admiração passo meu olhar do coração para ela.Transmita-a minha apreciação encantadora pela presença dela aqui no Planeta. Ela é muito bela,…as cores as formas estabelecidas de muita grandeza. Um beijo nela por mim.

  7. Reply
    Claudia Dantas Fonseca 03/07/2014 at 1:57 PM

    Querida Iara..
    Valeu a pena aguardar e esperar, que o lindo tamanquinho se recompusesse .
    E o melhor de tudo é que inesperadamente ele surge para te brindar e ofertar a presença energética dele, em tua época de aniversário.
    Quer melhor presente – milagre do que esse.
    Parabéns..

  8. Me emocionei com tamanha ternura, cuidado, dedicação e amor! Lindo!!

  9. Quem tem olhos para ver e ouvidos para ouvir, encontrará milagres a cada dia. Cada comentário aqui deixado acrescenta beleza, ternura, carinho, informação, energia: milagres em forma de amor!

  10. Reply
    Uiara Andriewiski 03/07/2014 at 7:46 PM

    Lindo Iara. Na minha casa tem um vaso em condições iguais. Foi esse vaso dado de presente à minha filha quando o meu Neto nasceu à 18 anos. É um vaso de flor de maio que chegou ao hospital forrado de flores e até hoje quando se aproxima o mês de julho, as flores vêm trazer alegrias a ele. Mês de julho é quando ele faz Aniversário.

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade