Neste ponto do caminho

imagesÉ sempre bom pararmos para avaliar a situação, enquanto ainda estamos nela.

Sim, muitas vezes, a nossa análise só acontece quando já deixamos pessoas e lugares tão para trás, que nem seria mais possível resgatar algo, ou refazer trilhas.

O momento atual, o primeiro minuto da evolução planetária, é o seguinte:

O Novo Ciclo já chegou: não há mais como mudar o fato de que já adentramos no novo tempo anunciado pelas antigas culturas. Tudo está ajustado e alinhado e não há nenhum portal que nos leve além do que alcançamos, no momento.

Nosso chakra tímico já está presente: um dos aportes do Novo Ciclo é a inclusão do Chakra Tímico no sistema principal de chakras. Ele é formado a partir dos 7 principais, localizados no eixo central, verticalmente, de todas as individualizações. Este é o “veículo interdimensional”, nosso ticket para a quinta dimensão, pois não poderíamos vê-la, senti-la, ouvi-la ou percebê-la sem um novo tipo de ferramenta. Ele é a chave.

O Chakra Tímico se consolida, lentamente: não há o que fazer se seu chakra tímico ainda não funciona adequadamente, é preciso tempo e paciência. E quais são os parâmetros para saber se isso está acontecendo ou não? O primeiro indício é que sua taquicardia, ou impressão de coração acelerado, bem como de garganta apertada, falta de ar e incômodos estomacais, passaram. Não é “melhoraram”, é inexistem, mesmo. O Chakra Tímico precisa ocupar seu local de ação que é exatamente na frente do tórax, para frente, como um escudo, do tamanho aproximado de um prato de sobremesa. E ele gira. Você pode verificar isso quando estiver fazendo o Exercício do Espaço do Coração ou qualquer outra meditação que goste. Faça-o girar, para os dois lados, em sentido horário e anti-horário. Então: ele está formado e presente, faltando apenas posicionar-se corretamente, o que vai demorar mais ou menos, dependendo apenas de seu trabalho prático com ele e de sua sintonia. Não se cobre e seja complacente consigo mesmo.

O medo diminuiu: um dos fatores relacionados à evolução planetária, como um todo, é o desaparecimento do medo. Este planeta passou muito tempo em padrões disfuncionais, com o medo atingindo as individualizações como um vírus descontrolado e sem possibilidade de autoextinção. E nem poderia ser diferente! O medo se retroalimenta dele mesmo e contribuímos com a dieta na medida em que permitimos que ele se consolide em nós. É assim: tudo o que ele precisa é de um ambiente favorável… Daí por diante, cresce como uma colônia inteligente, sem previsão de término. Afastar-se ou combatê-lo antes que ele se instale é o conselho mais sábio que recebemos, através do Codex, e só isso, preserva nossa saúde evolucional.

Os paradigmas estão ficando claros: antes mesmo que comecemos a romper os véus e preparar a Nova Terra, precisamos de uma visão geral — e final — do caos que conseguimos estabelecer. Por isso, os padrões ficam aparentes e as mentiras vêm à tona. É provável que isso esteja claro para você em sua vida pessoal e mais: esteja também ficando aparente no que se refere ao social. Se vamos agir em relação aos padrões que não nos servem, é outra questão; o importante é que eles se apresentaram e só não vê quem não consegue, por pura falta de atenção. Seu emprego é uma mentira, seu relacionamento é uma furada, seus objetivos estão passando longe de seus planos? Bem… faça o que tem que fazer, ou não faça nada, mas situe-se e perceba a vida como ela é. Já é possível.

As conexões são mais fáceis: ah, a ativação da Kundalini! Como fez falta e nem sabíamos, hein? Depois de fevereiro de 2013, com a energia do planeta funcionando a todo vapor, nossa ligação conosco, com os outros e com o Todo, ficou facilitada. Podemos ter respostas mesmo antes das perguntas e isso nos liga ao item anterior desta lista, porque proporciona a percepção dos padrões — que queremos manter, ou precisamos destruir — e nos auxilia a andar nesse território desconhecido.

O Novo se apresenta: são tantas as idéias surgindo que nem damos conta de registrá-las! A pasmaceira que se repetia constantemente no nosso cérebro, dá lugar a novos conceitos, planos e possibilidades. O cuidado aqui é saber se seus novos pensamentos estão no novo padrão ou são um remake do Velho Ciclo. Além disso, pergunte-se se o novo pensamento é seu, ou se é um velho pensamento de alguém, novo na sua tela mental. Queremos uma mudança política ou queremos a mudança de políticos? Queremos um novo sistema de saúde, ou mais hospitais? A pergunta é profunda: mais hospitais significam que estamos privilegiando as doenças… Talvez, queiramos mais saúde e não, mais atendimento hospitalar, correto? Que tipo de “passe livre” estamos propondo, no inconsciente coletivo? Envolve um questionamento do sistema financeiro, ou está restrito apenas ao valor das passagens? Ou queremos “ser livres para passar”? Do que se trata? Trocamos de pensamento em relação às muletas energéticas, ou trocamos de gurus? Tinja uma calça e ela continuará sendo a mesma velha calça. Precisamos é de roupas novas, não de remendos ou customizações das anteriores.

Eu que me estendo: fazer diferente é menos importante agora do que fazer a diferença. É individual, refletindo-se no coletivo. O fato é que estamos mais ocupados do outro e para alguns, isso causa até culpa! “Como posso pensar no problema coletivo, se nem os meus, eu resolvi ainda?”. Bem, isso é inerente ao Novo Ciclo. “Eu me estendo e me encontro no outro e por isso, posso estar perdendo tempo com coisas que nem me dizem respeito”… Não é verdade! Ao longo desse caminho que começamos a trilhar, seremos cada vez menos “eu mesmo” e cada vez mais “nós todos”, até que possamos entender o conceito de UM.

Opa! São 13 mil anos, mas se você começar neste agora, que é a única opção razoável de existência, usufruirá muito cedo de todas as maravilhas planejadas para o Novo Ciclo.

Seja Luz!

8 Comments
  1. Reply
    NEUZA MARIA LIMA VIEIRA 25/06/2013 at 1:44 PM

    Sensacional, esclarecedor,impulsionador…é de muita verdade em poucas linhas . Firmei mais ainda meus passos percebidos e dados. Gratidão!!!

  2. Bem,avaliando a situação eu diria que o meu chacra Timico está no devido lugar e funcionando!E quanto ao medo!sim é possível se livrar dele no dia a dia.Vez ou outra ocorre uma”escorregadela”eheheh,mas perdoo a situação rapidinho e volto ao equilibrio. E o questionamento sobre o que realmente queremos é muito esclarecedor…Como podemos divulgar isso para ajudar a direcionar o inconsciente coletivo para o que realmente importa conseguir nessa nova era?Gratidão!

    • Oi Mirtes, querida. Creio que a divulgação disto não pode ser de outra maneira, a não ser nos posicionando, diariamente, frente às situações. E passando a bola das perguntas… Quem sabe disso, não surjam as respostas que vão fazer toda a diferença? Grata pelo comentário. 🙂

  3. Que maravilha de mensagem! Acabei de tomar um banho de LUZ, Alê querida! Gratidão!

  4. Reply
    Zeneide Batista 26/06/2013 at 1:47 PM

    Esclarecedor, realmente as conexões são mais faceis, e as respostas chegam a todo momento… estamos mais despertos e cada vez mais nos questionando sobre o que realmente é importante, para mim, viver esse momento é o principal. Grata…

  5. Alô, Alô. Timo falando e colocando-se no devido lugar, com pequenas escapadas, mas firmando cada vez mais.
    O Amor, a Luz tomando conta. Muito agradecida.

  6. Reply
    dinamara garcia rodrigues 01/07/2013 at 1:18 AM

    Muito obrigada por me darem respostas que pedi ao Meu Anjo da Guarda. Eu e meus parceiros do Plasticine vivenciamos a mesma vontade de vocês, essa de viver a luz agora, percebendo as mudanças que realmente ficaram nítidas após 21 de fevereiro. Vocês me/nos ajudaram muito em 2012, entre setembro e dezembro, quando sofri diversas provações, uma atrás da outra, para, reencontrando dois velhos amigos, a partir exatamente de 22 de fevereiro de 2013, começar a criar Plasticine, uma Escola de Educação Profunda, baseada no afeto. Muito, muito obrigada, pessoal do Era de Cristal, que Pai-Mãe-Vida os ilumine ainda mais.

  7. lindo!
    Tanta paz depois da leitura|!!!!

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade