As lições de Janeiro

janusEnquanto nos recuperamos da correria do final de ano e muitas vezes, do cansaço maior ainda que as férias nos causam (!) nos vemos, de repente, apostando todas as fichas no bom e velho janeiro…
“- Velho? Mas o ano não acabou de começar?”
Acontece que Janeiro, ou Janus, o nome do Deus que lhe caracterizou é representado por duas metades: a que olha para o passado e a que olha para o futuro.
O jovem futuro, prestes a empreender uma caminhada e o velho passado, lembrando-se de tudo o que já foi.
Janeiro não é o tempo do novo apenas; é transição e se não for visto e percebido desta maneira, causa problemas.
Quantas coisas ainda não foram terminadas, de fato e somente porque o ano “começou e mudou de número”, temos a impressão de que podem ser deixadas de lado, ou melhor, para trás?
Bem… as lições sucedem-se até que as apreendamos – com duplo “e”, porque é no sentido de prender e colocar dentro de si, para usar quando precisar.
Por isso, pegue seus planos, sonhos e desejos e entregue-os ao jovem Janeiro, e ato contínuo, consulte o velho Janeiro, que ainda está ligado a dezembro e pergunte-lhe o que ficou por fazer.
O começo do ano traz a felicidade de dar-lhe tempo para integrar-se.
Janus, contudo, olha para trás e para frente, não para você!
Isso quer dizer que não há fiscal, juiz, tutor ou conselheiro. Seu livre arbítrio, no Olimpo, ou na corriqueira terra dos mortais da terceira dimensão é respeitado e da mesma forma que as chances são dadas e as escolhas completamente levadas em conta, a consequência se apresenta, gostando ou não do resultado.
Se eu fosse você – e de um jeito mais do que estranho, sou! Somos Um e o Mesmo! 🙂 – olharia com respeito para Janeiro.
A lição de juntar pontas e transforma-las num inteiro é importante.
Se no ano passado era para esquecer… esqueça! Tinha que perdoar? Perdoe e acabe logo com o seu sofrimento. Demorou para iniciar um projeto e o ano virou? Delegue a missão ao jovem Janeiro e seja feliz! Mas faça, aja, atue.
Janus nos mostra o passado e o futuro, porém, a autoridade está no AGORA e nele, quem vive é você. Percebe como é maravilhoso? Nem o futuro nem o passado lhe pertencem, mas não há Deus Mitológico que cuide do AGORA… Porque somos nós esses “deuses”. Porque o agora é nosso e só nosso. Porque o AGORA é um tipo tão especial de poder que no final, é o que nos difere do mitológico… A VERDADE está no AGORA.
Neste AGORA, Seja Luz!

11 Comments
  1. Formidável texto. O duplo de mim me trouxe até aqui para receber esse presente e compartilhar com alguns amigos. Gratidão.

  2. O momento é este e devemos estar alinhados neste agora e partir para a ação…aliar a filosofia ao cabo de enxada, já disse um sábio…Neste agora de escolhas vamos agir.

  3. Reply
    Valéria de Carvalho Pereira 16/01/2014 at 3:42 PM

    O janeiro deste ano começou com esse espírito que se alimentou do CODEX e dos conhecimentos trocados pela Era de Cristal. E me percebi mais senhora do meu Agora, considerando o que Ontem me sugeriu e definida para onde sei que quero ir. Sempre muito bom ler vocês! Mais uma vez, um ano de LUZ para todos!

  4. Maravilha!

    “Luz em cada agora.” 😉

  5. Perfeita reflexao mas adorei a historia do Janus que eu ainda nao conhecia. So me resta agradecer e praticar. Amor e Luz

  6. O Poder do Agora! Gratidão <3 Mas faça, aja, atue.

  7. Reply
    Maria Aparecida Basso 17/01/2014 at 8:31 AM

    Como sempre ALÊ vc arrasou .Sempre ficamos presos no passado ou no futuro ,nos esquecendo do aqui e agora pois é onde tudo acontece ,perfeito .Gratidão ,momentos de reflexão ,desconstrução e construção de um mundo melhor ,começando em nós

  8. Só por AGORA, GRATIDÃO, GRATIDÃO e GRATIDÃO, pelo belo texto…

  9. Texto maravilhoso! Gratidão!!! Abração de luz!

  10. Ontem, amanhã, passado, futuro. O agora é o tempo que dominamos, obrigada pela mensagem, amor sempre!

  11. Uauu! Obrando no Agora! Maravilhoso como sempre! Beijos!

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade