Fique em silêncio e ouça a resposta

silêncio“O que eu posso fazer  por esta situação?”

Uma pergunta básica, que devemos sempre fazer, em qualquer circunstância  de nossa vida, quando nos deparamos com situações que não conseguimos de pronto resolver…

Esse parar momentâneo e questionamento, nos faz recordar  que temos em nós os conhecimentos  necessários para encontrar as respostas, porém é claro, nem sempre estamos preparados, ou queremos ouvir essas respostas. É sempre uma escolha nossa e que depende de nossa consciência.

Muitas vezes sabemos exatamente o que fazer… mas preferimos as lamentações, os mimimis, a negatividade. Interessante como perdemos tempo e gastamos energias com bobagens!

Temos um potencial maravilhoso para explorar interiormente, mas pouco uso fazemos deste potencial.

Temos um corpo perfeito, com uma aparelhagem extraordinária, que funciona de forma tranquila, exercendo suas funções exatamente como foi programada, mas fazemos questão de desestabilizar essa máquina com excessos diversos, seja  através dos pensamentos , das palavras e ações de toda sorte que praticamos.

Temos que olhar com mais atenção e qualidade, ao que estamos emitindo, pois é o que vamos receber de volta. Depois, de nada adianta reclamar.

Pare um momento, respire, olhe os desafios e pergunte “O que eu posso fazer por esta situação?”

E se sentir/ouvir a resposta  “nada”…. Não faça nada, mude o foco, ouça uma música, vá brincar com seus filhos, dar uma volta no parque, ler um livro, conversar com alguém, tomar um copo de água.

Confie mais na Fonte, em Deus, no Universo que trabalha silenciosamente, de forma que tudo encontre a melhor solução.

Confie mais em você no seu potencial, como encontramos no Codex  a Lei Universal, chama nossa atenção para essa verdade.

“Conhecimento e consciência  de que cada ser existente tem do Universo todas as  condições para desenvolver-se com pleno potencial,  para crescer e para desfrutar, independentemente de sua forma de individualização.”

Sendo assim, todos os seres têm em si a possibilidade de se desenvolver com plenitude.

Que possamos usar mais nossas ferramentas, seguindo sem resistência, fluindo com gratidão, conscientes que de tudo parte da Fonte e tudo é Um.  Agindo assim continuamente, movendo o fluxo das energias que é igual a informação. Emitindo as mais altas vibrações, procurando diminuir as diferenças  e unificar as semelhanças. Vivendo assim uma  existência mais  plena e expandida, com todas as respostas que necessitamos.

Seja Luz!

6 Comments
  1. Reply
    Cláudia Sampaio 13/11/2015 at 11:18 AM

    Puxa, Zê me emocionei, bem sabe da nossa telepatia rsrs . Um dos muitos presentes do Mega Encontro de Joanópolis foi justamente termos a consciência de que somos realmente capazes. Todos são. Vez ou outra, quando escolho o mimimi, me lembro do que foi dito ali e no Codex. E ouço na lembrança sua voz: – se alinha, menina! 😀 Gratidão, Querida, este texto lindo foi um lembrete de tudo isto, de toda a maestria que pode ser vivida quando escolhemos silenciar e ouvir o próprio coração. ❤

  2. “Temos que olhar com mais atenção e qualidade, ao que estamos emitindo, pois é o que vamos receber de volta. Depois, de nada adianta reclamar.”

    Sim , Ze , eu mesmo tenho emitido sem querer o que não estou preparada para receber de volta , o dia a dia nos expõe o tempo todo, ainda mais qdo vc está correndo muito !
    Obrigado pela chance que vc está nos dando de melhorar ! De usar as ferramentas que temos no nosso ser ‘

  3. A distância que existiu no passado esta diminuindo…que bom..que vc postou esta mensagem..obrigada..❤😊…

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade