Excelência, Maestria e Iluminação

pessoaluzEnfim, podemos agora entender a colcha de retalhos que esta mensagem propõe: que cheguemos, cada um de nós, no nosso tempo e possibilidade, ao padrão da maestria.

Há muito os amigos pleiadianos repetem que todos somos mestres e alguns, ouvem essa frase com um certo pé atrás…

“Mestre, eu? De quê?”

Você é mestre de sua própria individualização!

Para tanto, precisa, necessariamente, se utilizar dos três últimos conceitos que nos chegam na longa mensagem: excelência, maestria e iluminação.

Excelência: “ Eu sou o a minha melhor versão, em cada agora”

Maestria: “Eu sei quem eu sou. Sou o mestre de mim mesmo.”

Iluminação: “Investido de minha excelência e de minha maestria, ilumino tudo e todos ao meu redor.”

 

É com espanto que percebemos que a proposta não é adquirir um patamar de iluminação de fora para dentro! Onde buscaríamos a Luz, senão na essência bem utilizada e trabalhada na dimensão tempo e espaço?

Mas ainda assim, ao usar a minha melhor versão com consciência, ilumino, o interno e o externo…

E o que será que o outro enxerga, diante da luz que emitimos, a partir da maestria e da excelência?

Ele enxerga a si mesmo.

 

Ao vermos uma individualização num momento de plenitude passamos por um processo sem volta que nos faz questionar o uso de nossa própria existência.

Não é a toda hora que topamos com alguém “vestido de si mesmo” e chamo a isso, o fato de estar na posse de melhor versão, com consciência e tão esplendidamente, que reluz, acende o entorno.

Olhe para um pianista executando sua obra, para uma criança brincando, para uma flor que acaba de desabrochar. Pense no animal que acaba de acordar e se espreguiça, tão certo de que tem um corpo e um novo momento para viver que tendemos a movimentar nossa estrutura para ver se alcançamos o mesmo resultado!

É uma verdadeira delícia encontrar alguém, naquele momento de ser quem é, de colocar sua essência na terceira dimensão. É contagiante levar um banho da Luz alheia, que é o que acontece a cada vez que nosso íntimo é tocado e relembrado de sua verdadeira característica.

E apenas porque somos Um e o MESMO, isso acontece.

Um Universo inteiro está aí para nos lembrar de quem somos e toda vez que você se nega a ser quem é, priva a coletividade de sentir-se plena.

Nosso desafio, antes que mais outro agora se cumpra, é desenvolvermos o padrão da maestria, na sua totalidade, observando cada dica dada pelas outras individualizações, pela nossa essência e pelas pistas do caminho.

Porque o caminho é reto e curto: do que você acha que é, sem consciência nem empenho, ao que você verdadeiramente é: Luz pura e individualizada nesta experiência chamada vida, existindo e permanecendo aqui com um único propósito: lembrar-se e lembrar-nos ou melhor dizendo… brilhar e fazer brilhar.

Com todo Amor que existe por si e pelo Todo: Seja Luz!

12 Comments
  1. Com todo amor gratidão Farol/chefe de torcida! Beijos multidimensionais!

  2. Reply
    Rosane Sánchez 28/04/2014 at 6:26 PM

    Quando conseguimos contagiar outras individualizações com nossa luz, isto é irresistível, e o outro começa a buscar o mesmo brilho.
    Tenho vivenciado muito isto!
    Gratidão! Estou abraçando com muito amor e luz a todos vocês!!!

  3. Nossa a tanto tempo ouvimos “Brilhe a vossa Luz”…..Não se acende uma candeia e a esconde num jarro ou a coloca debaixo de uma cama….e só agora que começamos a perceber a nossa real função é Ser mestre de nossa própria individualização!…parece simples mas vai depender sempre de nossa ação…

  4. O que mais ficou em mim desses artigos foi a necessidade de fazer o meu melhor em cada agora!Vou arrumar a cama, olho de novo e..posso fazer melhor!alisa, dobra,olha de novo..rsrsr, e assim com cada coisa no decorrer dos dias!As vezes fico rindo de mim mesma!O”ser mestre de mim mesma”venho treinando há meses, quando deixei de frequentar a casa espirita, por absoluta falta de necessidade de ir lá ouvir coisas que meu coração já vinha me dizendo…E a iluminação..bem, essa, estamos aprendendo, sempre!Minha Gratidão,de coração!

  5. Reply
    Maria Helena Tedesco 29/04/2014 at 11:26 AM

    Gratidão pela bela síntese nesses artigos!
    Sinto que deu o melhor de si mesma. isso é coerência!

  6. Assim como tenho o hábito de andar sempre com uma versão do Codex em minha bolsa, imprimi esta série para que esteja sempre à mão. É muito importante ler e reler estes artigos, pois a cada nova leitura tenho encontrado novas elucidações. Beijos, beijos, beijos de luz!

  7. A série de artigos fechou brilhantemente! Apresentando a melhor versão! Agora vou viver mais consciente quanto a minha maestria e excelência! Grata!

  8. Gratidão por me auxiliarem a enxergar minha Luz. Beijos de Luz

  9. Reply
    Janice Valeria Pedro 08/08/2015 at 12:47 AM

    Aprendendo, aprendendo sempre, em cada momento, em cada circunstância… e me enternecendo muito, pelos momentos de todos nós. Ainda reina em mim, muito de rebeldia… sem maestria Iara, reconheço, ainda menina, nem tanto segura, mas com uma vontade enorme de crescer; bonito te ver como estás… você, Ale,o grupo em si, todos tão corajosos, se tornando tanta luz… Gratidão infinita!!!

  10. Reply
    Maria de Lourdes Gil Ferrão 17/08/2018 at 11:10 PM

    Linda mensagem ! muito esclarecedora e oportuna nesse nosso momento em que estamos refletindo e aprendendo a cada momento a ser nossa melhor versão.O nosso maior desafio é ser o que Somos e a cada dia se faz necessário manifestar a Presença Divina onde e com quem estivermos.Para que todos possam assim manifestarem o que verdadeiramente são e brilharem sua própria luz e assim iluminar onde e com quem estiverem. simples assim.

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade