A estaca-guia dos brotos: o Codex

Imagem produzida por Ricardo Padilha

Imagem produzida por Ricardo Padilha

Queridos brotos de luz, chegamos ao final desta série de artigos que trataram do assunto “As Sementes Brotam”.

Nessa caminhada fortificamos nossas raízes, nos firmamos na terra, limpamos e cuidamos do terreno em volta, nos livramos das ervas daninhas e procuramos não atrapalhar as outras plantinhas. Buscamos no alto o caminho e a direção a seguir e colocamos os nossos dons e talentos à disposição dessa missão.

Todo esse trajeto foi necessário para que entendêssemos que a nossa busca por luz é o meio que nos facilita a existência neste planeta e nesta dimensão.

De nada vale buscar a luz para atingir outros horizontes, se o nosso caminho neste plano ainda necessita ser clareado. Assim, fomos preparados para sabermos crescer e auxiliar os que estão à nossa volta a também aumentarem os seus meios de expansão.

A consciência do nosso papel nestes momentos iniciais do novo ciclo planetário é fundamental para aprofundarmos as nossas raízes na Terra, elevando o nosso padrão cósmico. Sabemos que estes próximos treze mil anos serão passados entre a terceira dimensão em que vivemos e a quinta dimensão na qual estamos estagiando. Portanto, a luz que buscamos não é para nos transformarmos em cintilantes seres esvoaçantes e sutis, mas para nos colocarmos amorosamente a serviço do bem, a fim de entendermos os nossos conflitos, as nossas diferenças, os nossos estranhamentos.

Para que esta tarefa possa ser cumprida, temos à nossa disposição o precioso CODEX, que nos foi entregue quando do término do ciclo anterior e ao qual poderemos recorrer em todos os momentos de dúvida.

O Codex não é um documento para ser guardado como material de estudo. Ele é uma ferramenta utilitária que nos ajuda a descortinar uma nova maneira de lidar com as situações que nos rodeiam no percurso diário.

Suas leis não são degraus individuais de ascensão imediata às miríades estelares, mas certamente nos tornarão mais capazes de promover compreensão, entendimento, compaixão, igualdade, não nos termos conhecidos superficialmente e pouco – ou quase nada – divulgados e praticados.

Os conceitos que estão inseridos em cada lei são os subsídios que dispomos para solucionar as questões que surgem no relacionamento entre as individualizações. Compreendamos que em todos os âmbitos de intercâmbio energético, o trato deve ser o mesmo. Somos, como humanos, apenas uma pequenina parte de um sistema integrado, completo e total, onde cada individualização, de cada reino, tem seu papel e sua importância.

Se considerarmos que segundo a Lei Universal, temos do Universo todas as condições para nos desenvolvermos plenamente, crescendo e desfrutando de todo esse potencial e que, conforme o Decreto para este novo Ciclo, devemos unificar as semelhanças e diminuir as diferenças, certamente estes brotos que acabam de surgir serão grandes, fortes, firmes e juntos formarão a imensa floresta luminosa, cujos pulmões fornecerão o sopro que alimentará a chama da evolução cósmica!

Seja Luz!

*** Para ler e estudar o Codex, baixe-o numa das versões disponíveis na página de Downloads deste site
9 Comments
  1. Adorei o texto. Gratidão. Essa mudança pelo qual estamos passando tem horas que me deixa oprimida. Peguei quase horror em consumir carne, me da tristeza e nojo e peço perdão aos animais dos quais eu me alimentei. É normal eu estar assim? Já tenho uma tendência vegetariana. Será que essa fase que estou passando é devido ao nascimento da semente? Me esclareça por favor. Gratidão.

  2. Reply
    marcelle sampaio 20/09/2013 at 5:12 PM

    Que lindo texto Iara! Gratidão à vocês pelos 8 artigos da série e por disponibiliza-los para download! Já fiz o meu 😉

  3. Gratidão Linda série Linda caminhada,estamos bem ,cada vez melhor e mais amorosos <3

  4. Reply
    Maria Aparecida Basso 21/09/2013 at 10:43 AM

    Sou imensamente grata Iara!Pela serie que trouxe muitos esclarecimentos .Fazendo download para arquivo de estudo,bjs a todos .

  5. Gratidāo pelos comentários. Há alguns dias ouvi uma nutricionista dizer nāo se deve consumir algumas plantas quando elas estāo começando a brotar, pois elas fabricam uma substancia tóxica, ideal para propiciar o crescimento, mas que pode causar danos à nossa saúde, como dores de estômago, náuseas, e afins. É especialmente o caso das raízes e tubérculos (batata, cenoura, mandioca, mandioquinha, alho, cebola, etc). Pensando sobre isso, temos muitas conclusões a tirar e sincronicidades a encontrar, nāo é mesmo? Beijos de luz, queridas e queridos!

  6. Lindo texto. Muito grata. <3

  7. “As Sementes Brotam” foi uma série que trouxe alimento para as semente espalhadas por esse mundão. Com certeza agora todas estão mais forte, com suas raízes mais profundas, mesmo as que estão em terrenos pedregoso. Grata por isso.

  8. Gratidão a costumeira doação, disponibilidade e genuíno interesse em que sejamos luz!
    <3

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade