Encontros

Trocar olhares

encontrosGestos e abraços

Respirar o mesmo ar

Se encontrar

Individualidades que, tocadas pela irradiante vibração do Amor, brilham e se

reconhecem, numa dança de luzes e experiências, refletindo, uns nos outros,

quem somos e o que buscamos.

O Amor expõe o que somos na medida em que fluímos em seu princípio de

“colocar o bem estar, a ocupação e os sentimentos para com os outros acima do

eu”.

O Amor expõe o que buscamos quando não o fazemos. Não fluir na Lei do Amor

expõe nossas opacidades no espelho do próximo em nossa frente. Enxergamos

perfeitamente nossas imperfeições temporárias (ou temporais) e a oportunidade

de reconhecer os pontos obscuros que aqui viemos iluminar se mostra em toda

sua glória.

Tudo é valido nessa experiência. Tudo o que percebemos, tudo o que

reconhecemos, o fazemos através do Amor.

Nesse momento, nesse breve texto, ofereço, junto de tantos quantos até aqui me

acompanharam, o desejo, em forma de benção, de que cada encontro seja pleno,

de que cada olhar seja intenso, cada gesto e abraço sejam como uma explosão de

luz, e que cada respiração seja como um renascimento, onde só o que importa é o

agora.

Eu me encontro em você, portanto…

Seja luz!

 

Seja o primeiro a comentar

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade