Como driblar o medo que o mundo nos impõe a todo momento?

Artigo de Marcelle Sampaio | Ilustração de Gisele Caldas

Ilustração Gisele Caldas

Ilustração Gisele Caldas

Coragem essa é minha resposta para essa questão. Aquela coragem que nos diz que a ação vem do coração, não a coragem da pura valentia. Temos que agir com valentia sim, mas para não cedermos aos empurrões do ego que nos afastam do Amor, para então fazermos com que nossas palavras, atitudes e emoções se reafinem com Ele, permitindo serem envolvidas e abraçadas por Ele.

Existem momentos em que os apelos à atenção e ao medo são tantos, e seu marketing tão grande, que até parece que tem algo de bom em senti-lo.

De fato há os que beneficiam, lucram muito, financeiramente inclusive, com ondas de medo coletivo, sabemos disso. Mas também sabemos que aqui, nossa aproximação deste assunto só se dá para descobrirmos mais maneiras de vivermos baseados no Amor.

Aqui vou me referir aos pequenos medos cotidianos que se expressam como em uma farsa, representados por outras sensações e emoções como inseguranças diversas como a de falar em público, se deixar amar, ir em direção ao que se deseja, afirmar quem se é, de que algo não vai dar certo, etc, etc, etc. Os disfarces também estão em outros sentimentos como raiva, irritação, desprezo por algo ou alguém, preguiça, orgulho, vaidades, e por aí vai…

Um teatro só, escondendo medos lá dentro, nas coxias!

Uma maneira que tenho praticado para desarmar o medo, tirando dele suas máscaras, limpando as coxias do teatro da vida, é o alinhamento dos corpos energéticos.

E o que venho fazendo independe de questões de correções do corpo físico. E isso aliás me antecipa às ditas doenças, já que estou trabalhando em possíveis causas de doenças futuras. 😉

Tenho descoberto que à medida que devolvo a sensação de medo de… ( mesmo que eu não consiga nominá-lo) ao quarto corpo para que se arquive lá, e trago para o corpo físico Amor Incondicional, aquele proveniente da (esses são os nomes que se alinham à mim) Criação, Fonte Criadora ou Criador de Tudo o Que É, pois sei como é senti-lo, me sinto fortalecida e em paz.

Não existe medo que fique no peito diante da presença do Amor, pois são como água e óleo, o Amor e o medo.

E para onde o medo vai?

O que acontece é que ele se transforma em água podendo voltar a se misturar! Pois até o medo é um com a Fonte, e tem sua função importante ao nos manter longe da beira de um precipício, por exemplo!

O que precisamos é de discernimento, precisamos ouvir a Fonte dentro de nós antes de sairmos correndo em pânico, ao ouvirmos mais o que vem de fora, tanto no sentido figurado como no literal.

No contato com a Fonte através da percepção do que se passa em nossos corações, podemos nos sentir mais preparados por nós mesmos para lidar com os desafios que os pequenos medos representam. Pequenos, que se deixados de lado ou represados como se ali não estivessem, crescem e transformam-se em grandes limitadores de nossas vidas, e nós como cocriadores, criamos nossas realidades baseadas em medos.

A prática cotidiana do alinhamento aqui, é feita com a intenção de iluminar os medos para que sejam vistos, não os deixando crescer e para que novos não tomem forma!

E, claro que o Alinhamento se fortalece no uso consciente das Leis da Penetração, Projeção, Vibração, Descrição e Protótipos no dia a dia, pois estas leis nos lembram o quão inerente é o poder de nossa atenção com qualidade, que trazemos de volta para nós o que emitimos energeticamente e que toda energia emitida irá se finalizar em uma forma. E ainda, lembremos que o não resistir, mencionado na Lei do Amor, inclui neutralizar, enfrentar, sem se acomodar à situações que não estejam alinhadas ao fluxo do Amor.

E coloquemos no dia a dia nossas preciosas atenções em energias, situações que vibrem o mais perto da frequência mais elevada, a do Amor, para que tenhamos em nossa realidade experiências da mesma vibração.

O Amor preenchendo os cantos mais escuros do Ser e da Alma em cada Agora.

Assim acabo voltando à coragem! Usando sua Lei nesse processo diário.

Procuremos viver cotidianamente, bem, bem longe do medo, observar os fatos do mundo, não absorvê-los. Refletindo e agindo a partir deles buscando, mesmo que sendo trabalhoso, olhar as situações com um olhar amplo, sem julgamentos. Afinal nossos olhos só podem ver uma ínfima parte da ilusão da realidade, não tendo, portanto, como afirmá-la Verdade.

Que sejamos agentes da expansão da poderosa força do Amor, usando-a.

Com amor e gratidão,

Seja Luz!

11 Comments
  1. Querida Marcelle,

    Agradeço seu ARTIGO amoroso e extremamente lúcido, orientação apropriada para este momento de energias conflitantes.
    Bjs bjs

  2. Super!!! ❤ Gratidão, Marcelle e Gisele! ❤
    “E coloquemos no dia a dia nossas preciosas atenções em energias, situações que vibrem o mais perto da frequência mais elevada, a do Amor, para que tenhamos em nossa realidade experiências da mesma vibração.

    O Amor preenchendo os cantos mais escuros do Ser e da Alma em cada Agora.” – Perfeito… Que assim seja! Beijos e abraços tímicos… Vcs duas arrasam, Meninas! Show.

  3. Perfeito, Marcelle e Gisele! Se permitimos que o EGO crie o medo, da mesma forma, temos condições de “descriá-lo”! Abração de luz!

  4. “Interessante é observar os fatos do mundo sem absorvê-los…olhar as situações sem julgamentos, são exercícios que devemos fazer diariamente, aliando aos estudos das leis contidas no Codex…trabalho diário, porém gratificante…gratidão Marcelle Sampaio e Gisele Caldas de Carvalho

  5. Reply
    marcelle sampaio 02/09/2014 at 2:02 PM

    Claudia, essa arte da Giselle foi a pura perfeição para o texto! Uma ponte de luz ( alinhamento) , e o terceiro olho trazendo a visão mais ampla :O Amei! Que façamos ser! <3

  6. Reply
    marcelle sampaio 02/09/2014 at 2:05 PM

    Querida Zê…observar sem absorver… uma chave! Gratidão!

  7. Reply
    marcelle sampaio 02/09/2014 at 2:07 PM

    Isso mesmo Rô! Descria-lo é nossa completa responsabilidade! Que bom, né?!!! 😀

    • Boa tarde, Marcelle!
      Amei o texto, gratidão!
      Estou muito interessada em conhecer mais do Thetahealing.
      Gostaria de ter o seu email para lhe contactar.
      Agradeço.
      _/_

  8. Reply
    Monica Moreira Pereira 02/09/2014 at 10:35 PM

    Preciso estar sempre atenta …este artigo vira um de cabeceira ..vou Share …Gratidão .

  9. Reply
    micheline torres 04/09/2014 at 9:16 AM

    rico texto e imagem, grata pelos beneficios.

  10. Marcelle amada, que delícia de texto.
    Você dança com as palavras num lindo bailado formando um espetáculo de mensagens. A cada palavra atissa a curiosidade de querer saber mais, saber como todas essas frases, à medida que, vão construindo os parágrafos vão vibrar e ressoar com o que está dentro de mim.
    É um dueto que você conduz daí e daqui vou sendo guiada e levada pela melodia de suas palavras, num lindo espetáculo cheio de mensagens.
    Gratidão por tanta inspiração.
    Vibrou aqui dentro ♥
    Bjs
    Carol

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Unaversidade